Arquivo para Responsabilidade Ambiental

Retomando o fôlego!

Posted in filosofia, Responsabilidade Ambiental, Uncategorized with tags , , , , on 30/04/2010 by Renata Junqueira

Depois de um bom tempo sem escrever, finalmente estou voltando!

Aos pouquinhos mas voltando.

Hoje vou postar um vídeo que tem um ar catastrófico mais é  realmente muito bonito e mostra muitas verdades que orecisam ser ditas.

O vídeo tem imagens incríveis e o autor fala sobre a importância de percebermos o mundo como uma unidade, uma “família”, para então percebemos a importância de preserva-la . Quando falo do mundo não me refiro apenas aos nossos amigos, vizinhos e etc. Mas também ao meio ambiente, aos animais e todo o resto.

 Vale a pena ver o vídeo e perceber no fundo da alma o valor de  cultivar a vida!

Um dia volta pra você!

Posted in Autoconhecimento, Responsabilidade Ambiental with tags , , , , , , , , , , , , , , on 24/09/2009 by Renata Junqueira

Uma questão ambiental

Existe uma lei natural que atua sobre nós de forma inexorável,  tal como a lei da gravidade. Esta lei é chamada na cultura hindu de karma, significa “ação” e designa uma lei universal de causa e efeito. Segundo o professor DeRose “podemos definir karma como um destino maleável, que modificamos a cada minuto em virtude de nossas ações, palavras e pensamentos. Estamos o tempo todo a tecer nosso futuro imediato e distante”. Dessa forma percebemos que karma não é algo necessariamente ruim, como muitos ocidentais pensam, mas apenas uma lei que gera uma reação a cada ação que produzimos no universo.

É importante ampliarmos nossa percepção da realidade pois muitas vezes nos fechamos no nosso mundinho e achamos que tudo o que fazemos, falamos e pensamos é um problema apenas nosso. Mas não percebemos que vivemos em um mundo onde tudo e todos estão de alguma forma interligados, como uma rede. Seja esta rede mais sutil como a “rede”, ou as ondas dos pensamentos, das emoções, intuições ou mais densa como a própria Terra, nosso corpo etc.

Hoje em dia alinhado com o conceito ambientalista e ecológico podemos perceber esta conexão oculta entre cada um de nós no nosso dia-a-dia, nos jornais, na televisão. É só ver ou ler qualquer notícia sobre o chamado efeito estufa ou aquecimento global. Este fenômeno nada mais é do que o resultado da falta de consciência global e a excessiva ambição do homem.  Afinal nós sempre achamos que poderíamos utilizar a natureza da forma que bem entendêssemos sem uma conseqüência para isso, sem um karma futuro.

Conhecendo os princípios do karma cabe a cada um modificar e modelar o próprio futuro. “Qualquer mudança de hábitos, de alimentação, de amizades, de profissão, tem como conseqüência uma alteração enorme no karma.” E o mais importante, sabendo que de alguma forma nossas ações se refletem no universo cabe a nós, que temos consciência disto, tomarmos partido para uma mudança significativa começando pelos nossos hábitos, nos reeducando para que sejamos exemplos para os demais que ainda não compreendem isto.

A Arte de Bem Viver – é ser uma pessoa mais responsável e consciente de seus atos, atuando como catalisador para a melhoria do mundo em que vivemos!

Veja o vídeo abaixo feito pela WWF Brasil que mostra em animação sobre o conceito de karma.

Bibliografia utilizada:

Karma e dharma – transforme sua vida, DeRose, Editora Nobel, São Paulo, 2007

 

Impacto da pecuária no meio ambiente!

Posted in Ação social, Responsabilidade Ambiental with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 31/07/2009 by Renata Junqueira

Impacto da Pecuária Bovina no Brasil
Resumo da palestra proferida por Adriana da Conceição (bióloga com especialização em Gestão Ambiental)

Desmatamento é resultado da pecuária

Um pouco da História
– Primeiros impactos no mundo: pastores transformaram florestas em savanas, devido à prática da queimada e pisoteio do gado.
– Ocorreu principalmente no Mediterrâneo e Oriente Próximo.
– No Brasil causou grande impacto na devastação da Mata Atlântica (hoje só restam 7% da mata original).

Impactos na água
Para produzir:
– 1 kg carne consome 20.000 litros de água comparar com
1 kg arroz consome 4.500 L
1 kg trigo consome 1.500 L
1 kgbatata consome 150 L
– um matadouro grande em São Paulo gasta 4.250.000 l/água/dia
– uma pessoa que consome 35kg/carne/ano (média brasileira) pode chegar a gastar 700.000 l/água/ano

Impactos na ocupação de terras
– 1/3 da produção agrícola mundial vai para o gado.
– Ocupa 75% das terras produtivas brasileiras (não adianta confinar o gado, pois o mesmo pode comer 7kg ração para produzir 1kg de carne).

Devastação da Amazônia
– Pecuária: principal causa de desmatamento
(2º é a soja – veja mais em: http://www.reporterbrasil.org.br/clipping.php?id=50 )
– Ocupa um área igual a região sul do Brasil em gado na Amazônia + uma região igual a área do Paraná em pasto abandonado)
– Pecuária contribuiu com 80% do total do trabalho escravo na região em 2004 e 62% em 2007.

Devastação do Pantanal
– Introdução de capim que tem devastado a vegetação local
– Fazendeiros e carvoarias: parcerias
– Provoca assoreamento dos rios da região
Savanas – pode-se dizer que a savana é uma formação vegetal herbácea (ervas) alta, atingindo nalgumas regiões os 2 metros de altura, e “salpicada” de algumas árvores e arbustos.
Assoreamento – são os processos erosivos, causado pelas águas, ventos e processos químicos, antrópicos e físicos que desagregam os solos e rochas formando sedimentos que serão transportados. O depósito destes sedimentos constitui o fenômeno do assoreamento.

Aquecimento Global (aumento do efeito estufa)
– Pecuária foi declarada pior que os automóveis.
– Vegetarianos geram menos 1.485 kg/CO2/ ano.
– No Brasil: maior emissão de CO2 pelas queimadas da Amazônia, de metano (arroto de mais de 200 milhões de bovinos) e óxido nitroso (esterco).
– No mundo: maior emissão de metano e óxido nitroso também
– Rendimento de terras – veja texto abaixo
Fonte: http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EDR770746010,00.html
“O raciocínio é matemático”, diz Greif. Para ele, alimentar os bois com pasto ou grãos é o meio menos eficiente de gerar calorias. A produção de grãos de uma fazenda com 100 hectares pode alimentar 1.100 pessoas comendo soja, ou 2.500 com milho. Se a produção dessa área for usada para ração bovina ou pasto, a carne produzida alimentaria o equivalente a oito pessoas. A criação de frangos e porcos também afeta as florestas. Par a alimentar esses animais, é necessário derrubar árvores para plantar soja e produzir ração. Mas, na relação custo-benefício entre espaço, recursos naturais e ganho calórico, o boi é o pior. ”
Vantagens na saúde
– Diabetes: risco 80% menor em contrair doença
– Pressão arterial mais baixa.
– Redução doença cardíaca.
– Doenças renais menos incidentes.
– Veganos: mais saudáveis

Doenças ligadas ao consumo de carne
– Cardíacas
– Parkinson: UNIFESP – pacientes melhoraram 70% sem carne
– Artrite e infecções: molécula estranha da carne provoca estas infecções
– Câncer e danos ao DNA – pesquisa britânica
– Câncer de próstata: INCA e pesquisa na Califórnia
– Câncer de intestino: várias pesquisas e uma que foi uma das maiores da Europa com 500 mil pessoas em 10 anos
– Câncer de mama – Harvard – dobro do risco
Referências e recomendações de sites e livros:
FAO
PNUMA
EMBRAPA
CETESB
http://www.svb.org.br/
http://www.guiavegano.com/

Além da pecuária ser campeã em trabalho escravo, está acabando com a água potável do planeta. Segundo a FAO (ONU) é uma das grandes responsáveis pelo efeito estufa, e ainda é campeã absoluta em desperdício, pois compromete o solo, gasta uma quantidade exorbitante de água e energia, e gera bilhões de toneladas e poluentes.
“Aqueça seu coração, não o planeta. Seja vegetariano!’

Texto extraido do Blog do Mestre DeRose