Arquivo para março, 2011

Só uma dor cura outra dor

Posted in Cinema with tags , , , , , on 12/03/2011 by Renata Junqueira

 

Fonte: Uol cine

Não é a toa que o filme “Em um mundo melhor” de Susanne Bier ganhou o Globo de Ouro e o Oscar de melhor filme estrangeiro.

O filme disserta sobre a vida de duas famílias cujo os caminhos se cruzam por conta da amizade entre os filhos.

Muitas cenas me impactaram  de verdade neste longa. Uma delas foi a forma como Bier mostrou o que é ser uma pessoa integra, verdadeiramente humilde e corajosa.  O médico Anton (Mikael Persbrandt), que trabalha na África em plena guerra civil, para educar seus filhos mostra a eles que nunca se deve revidar uma agressão, e sim perceber o quão estúpido e ignorante é a pessoa que tomou as atitudes violentas. Nesta cena, Anton é agredido por um mecânico e ao invés de revidar ou ficar furioso ele da a outra face e o homem novamente lhe dá um tapa. “Ele é um idiota. Se eu bater nele, também serei um”, diz para seus filhos.

No entanto a mensagem que realmente me marcou foi a de que assim como “só um amor cura outro”, “só uma dor, cura a outra”. Christian (William Johnk Nielsen), um pré-adolescente que enfrenta a dor do luto de sua mãe, coloca toda a culpa deste acontecimento em seu pai, e por isso o odeia profundamente. Ele acaba se tornando um menino rebelde e agressivo. Porém, em uma de suas atitudes violentas seu amigo Elias (Markus Rygaard) sofre um grave acidente. Neste momento ele passa novamente pela dor do luto, mas, ao saber que Elias sobrevive Christian consegue perceber a vulnerabilidade em que todos nós estamos sujeitos e “perdoa” seu pai.