Ano da França no Brasil!

Montagem Matisse Hoje/ Aujourd’hui

Neste sábado fui à Pinacoteca do Estado de São Paulo para ver a exposição do francês Henri Matisse. Lembrei  do tempo de escola estudando História da Arte e da minha professora explicando sobre este artista  e toda sua influência no movimento Fovista. Foi legal ir na exposição para ver e sentir de pertinho as cores vibrantes e contagiantes dos quadros de Matisse, o que em fotos ou na internet é impossível perceber tão bem. A exposição é curta porém mostra uma retrospectiva bem pontual  com os quadros, esculturas, desenhos e litografias mais importantes de Matisse.

No início de sua carreira, no ano de 1908, Matisse não era bem aceito pelos cricri, quero dizer pelos críticos, por conta justamente dessas cores fascinantes que o artista utilizava, mas é o preço que se paga por transgredir as convenções da época. Explicando sobre sua obra para uma revista  o pintor escreveu: “Sonho com uma arte de equilíbrio, de pureza, de tranquilidade, sem temas inquietantes ou preocupantes, uma arte que seja, para qualquer trabalhador cerebral, quer o homem de negócios, quer o homem cultivado, um lenitivo, um calmante mental, algo como uma boa poltrona onde ele possa relaxar do cansaço físico“.

Litografia com cartaz Henri Matisse

Na exposição o que eu mais gostei realmente foram suas  litografias que com a simplicidade dos seus poucos traços transmitiram para mim muito significado, muito sentimento.  Outro destaque da mostra foram as imagens realizadas pelos pioneiros da fotografia Henri Cartier-Bresson e Man Ray, que retratam Matisse no cotidiano e em seu ateliê.

Estando na Pinacoteca aproveite para desfrutar alguns instantes da obra da francesa Céleste Boursier onde três piscinas com louças francesas brancas de porcelana de variados tamanhos flutuam e produzem sons ao se chocarem umas com as outras. Para finalizar  o passeio cultural a parte externa do Café da Pinacoteca é bem agradável com visual para o Jardim da Luz e algumas fotografias em macro bem interessantes.

Dica: Parece que a arte no Brasil esta começando a ganhar seu devido valor, por isso se você não gosta de enfrentar filas não vá na exposição aos sábados pois a entrada é gratuita e lota bastante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: